Amizade

Existem diferentes tipos de amizade. Desde crianças até a fase adulta vamos conhecendo pessoas e ampliando nosso círculo. Algumas seguem a caminhada ao nosso lado, outras vão por outros rumos e nunca mais ouvimos falar.

Tem a amiga da escola, do prédio, do bairro, do inglês; os amigos da faculdade, do trabalho; amigo do amigo; amigo do marido/esposa; filho da amiga da mãe, enteados da mãe ou do pai… são diferentes relações com um só propósito: a cumplicidade.

Para dividir, histórias, momentos, dúvidas. Em diferentes fases da vida, aparecem diferentes amigos. Com uns, temos mais intimidade, com outros menos. Mas uma coisa é certa e comum entre eles: todos vêm para nos ensinar alguma coisa.

Por isso alguns vão embora. Talvez já tenham cumprido a missão deles. Aqueles amigos-irmãos que parece que nunca vão sair de perto, uma hora simplesmente somem. Mas o mais legal de tudo isso é que quando há verdade e cumplicidade, pode ficar o tempo que for sem ver, mas quando se encontra, é como se tivesse sido ontem.

E quando a relação estremece? A parte boa da maturidade em amizades verdadeiras é que tudo se resolve com uma conversa sincera e de coração aberto. Sem cobranças ou ofensas. Apenas expressão de sentimentos com muito respeito.

Uma das coisas mais valiosas da vida é saber que se passou por ela e pôde contar com bons amigos. Não precisam ser muitos. Podem ser poucos, mas que sejam amizades verdadeiras.

Publicado por

Fabiola Mininel

Jornalista, mãe e apaixonada por moda

Deixe uma resposta